Entenda Como o Perfil do Consumidor Mudou nos Últimos Anos

Entenda Como o Perfil do Consumidor Mudou nos Últimos Anos
28 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 28 Pin It Share 0 Filament.io 28 Flares ×

Se você quer atrair mais clientes para o seu negócio e converter mais vendas, precisa entender o perfil do consumidor atual. Ele mudou, e muito! Nos últimos anos – no Brasil com mais intensidade na última década – a internet transformou a maneira como as pessoas compram e se relacionam com as empresas.

Antigas técnicas de venda, que já deram certo em outras épocas, tornaram-se antiquadas. Aquela velha história de despejar informações sobre o produto e pressionar o cliente até fazê-lo comprar está perdendo espaço para novas maneiras de conquistar o consumidor.

Por isso, nesse artigo, vamos explicar como o perfil do consumidor mudou nos últimos anos, impactado principalmente pela tecnologia, e o que os vendedores podem fazer para se manterem competitivos nesse cenário. Confira:

A internet amplia o acesso à informação

E isso, é claro, tem influência direta nas vendas. No passado, como a maioria dos negócios funcionava? O cliente só tinha acesso aos dados disponibilizados pelo vendedor, fosse pela televisão, folhetos, ou qualquer outra estratégia de marketing.

Hoje, as redes sociais ampliaram o ciclo de consumidores que informam ao cliente em potencial sobre o produto ou serviço. Além dos amigos próximos, conhecidos e familiares, há um acesso direto a centenas de consumidores que opinam sobre “O que realmente funcionou?” “O que apresentou problemas?” “O pedido entregue é aquele solicitado na loja?” Todas as respostas a essas perguntas estão a um clique de distância.

Atualmente, 62,8% dos lares brasileiros têm acesso à internet, por meio de banda larga móvel ou de aparelhos celulares como os smartphones. Por isso, é ilusório pensar que apenas uma pequena parcela da população conta com a internet na hora de decidir comprar ou não. Ela está cada vez mais presente, e tem poder de influenciar uma tomada de decisão.

O relacionamento com as empresas está horizontal

Ou, pelo menos, deveria estar. Essa é outra transformação proporcionada pelas redes sociais. Antes, a relação entre empresa e cliente era verticalizada, isto é, “de baixo para cima”, em apenas uma direção. O vendedor levava uma mensagem sobre os produtos e serviços (o que comprar, em que condições, com quais vantagens). Ao consumidor, cabia comprar ou não. Quando o cliente tentava entrar em contato, quase sempre era através de SACs pouco eficientes. Em algumas organizações, sabemos que até hoje funciona assim.

Com o advento das redes sociais, a dinâmica é outra. A relação tornou-se horizontal: o cliente tem acesso direto à empresa. Se não obtiver uma resposta satisfatória, pode reclamar e potencializar sua reclamação através de compartilhamentos dos amigos. Por isso, as empresas hoje têm uma missão dupla: manter um bom relacionamento com seus clientes, e monitorar sua reputação junto a outros públicos, que podem se tornar futuros consumidores.

A crise econômica potencializou o mundo digital

Ao longo de 2015, o Brasil começou a entrar em uma crise econômica que também alterou os hábitos de consumo da população. Por conta do aumento nos preços e da diminuição da renda, boa parte dos brasileiros voltou a pesquisar antes de fazer uma compra. Dessa vez, por meio do celular.

A busca por avaliações de outros consumidores em sites e aplicativos especializados é hoje um dos recursos mais úteis a quem está buscando por um produto. Como os clientes tornaram-se mais racionais, as ferramentas de pesquisa também passaram a ser boas aliadas.

Os valores das companhias importam

Existe outra tendência, muito presente no perfil do consumidor hoje, que deve ser levada em conta pelas empresas. O cliente tem prestado muito mais atenção ao que as companhias divulgam como seus valores, e, em geral, busca aquelas cujos valores estejam em sintonia com os seus.

Não adianta traçar uma estratégia de marketing e não colocar em prática o que é vendido. Se a sua empresa se compromete com algum princípio, o consumidor vai gostar de vê-lo nas atitudes dos funcionários e vendedores, e não apenas da boca para fora.

Questões práticas relativas às vendas também mudaram

É inegável que a internet colaborou para um novo paradigma de vendas. As lojas físicas não desapareceram como muita gente imaginou, mas as lojas online ganharam um peso enorme. O e-commerce trouxe novidades como: maior quantidade de produtos de uma mesma categoria, novas possibilidades de pagamento, possibilidade de longos parcelamentos e maiores promoções.

Além disso, todo dispositivo tecnológico passa a ser um canal de vendas: o computador, o tablet, o smartphone. Levar isso em conta pode gerar uma estratégia de comercialização mais integrada e efetiva para a geração de resultados.

O consumidor atual tem novas expectativas

O consumidor do século 21 tem à sua disposição uma enorme quantidade de informações sobre os produtos e avaliações de outros clientes. Por isso, ele está mais exigente na busca pelo melhor produto e serviço. As opiniões dos demais consumidores e sites de pesquisa são decisivas, sejam elas positivas ou não, no momento da decisão.

Preços competitivos também vão atrair esse consumidor. Melhores condições de pagamento e parcelamento, além de promoções com descontos reais. Outra característica dos clientes é a busca por transparência. Eles querem se relacionar com as empresas de forma honesta; querem atendimento qualificado e especializado, sem demoras na busca por respostas; desejam entender melhor sobre os produtos e serviços que compram.

Buscam exclusividade tanto no atendimento quanto nos produtos. Querem, sobretudo, sentir que estão lidando com uma pessoa de verdade do outro lado da linha (ou da tela do computador). Almejam ter uma experiência de compra em que se sintam especiais e únicos para aquela empresa.

Como você viu nessa leitura, o perfil do consumidor atual mudou com a influência da tecnologia. As empresas que querem permanecer ativas e competitivas têm que se adaptar para atender às demandas desses clientes, cada vez mais exigentes e inteirados sobre os produtos e serviços que adquirem.

É importante que os empreendedores se mantenham atentos às constantes mudanças do mercado. Sempre que você farejar alguma novidade que está transformando a maneira de comprar e de vender, busque conhecer melhor o assunto e se qualificar! Assim, você sempre estará um passo à frente da concorrência.

Gostou desse artigo? Então curta nossa página no Facebook e acompanhe nossos conteúdos!

Equipe FG Desenvolvimento

About The Author

Equipe FG

Equipe FG Desenvolvimento