Neste conteúdo você vai aprender mais sobre as seguintes dicas de criação de um e-mail ideal:

1. Faça uma saudação personalizada

2. Escreva o primeiro parágrafo de forma convidativa

3. Mostre que você é especialista

4. Convide o cliente para conhecer mais sobre o seu trabalho

Se você trabalha diretamente com vendas ou com atração de novos clientes para sua empresa, sabe que trocar mensagens e informações com o futuro parceiro é imprescindível para manter contato e mostrar que ele está sendo bem acompanhado.

Mas eis que fica a pergunta: como eu devo montar e personalizar um e-mail de prospecção?

A primeira regra a ter em mente é que você precisa fisgar esse cliente logo pelo assunto do e-mail.

Lembre-se de que esse é o primeiro detalhe que ele olha assim que abre a sua caixa de mensagens, e ter um assunto que realmente o faça se interessar a abrir o e-mail é, sem dúvidas, o primeiro passo para o sucesso na sua prospecção.

Quer mais dicas de como criar a mensagem perfeita para ampliar as possibilidades de o cliente fechar negócio com você? Continue a leitura!

Faça uma saudação personalizada

O cliente abriu seu e-mail, ótimo!

Com essa grande chance em mãos, é hora de mostrar a ele que o conteúdo da mensagem realmente valerá a pena de ser lida até o final.

Portanto, comece com uma saudação personalizada e educada, colocando o nome do cliente e perguntando como ele está.

Essas simples palavras já darão um tom de proximidade essencial para que ele perceba que você sabe quem ele é, e que está bem atento às suas necessidades e preocupações.

Outra dica importante é, caso você já o conheça pessoalmente, tentar puxar o assunto com frases do tipo: “lembra-se da última vez que conversamos? ”, isso dá um toque de continuação.

Escreva o primeiro parágrafo de forma convidativa

Se apresente, diga de onde você é e o que você faz. Isso já causa o impacto necessário para manter ou não o interesse do cliente. E, já que ele está dentro do seu perfil de público-alvo, provavelmente dará atenção para a informação do que você faz.

A sua apresentação é, de fato, o primeiro convite para que o cliente leia a sua mensagem.

Depois, é importante que você faça um pequeno resumo do que pretende com o e-mail. Diga com objetividade e clareza o que gostaria de mostrar e conversar com o cliente.

É válido reforçar que a pessoa que está lendo a sua mensagem é alguém que tem o dia corrido tanto quanto você, ou seja, vá direto ao ponto, mas sempre sendo amigável e usando a criatividade.

Mas como assim? Simples, usando palavras criativas e tendo um texto leve e de fácil compreensão. Com certeza, o cliente achará, no mínimo, o e-mail interessante. E é nessa hora que você vai cativá-lo de vez!

Explique bem o motivo do contato

Agora que você chegou até o meio da mensagem, é o momento certo para descrever com mais detalhes o motivo do seu contato. Converse com o seu cliente, diga para ele os principais motivos dele fechar negócio com você. Mostre e exemplifique os benefícios que a sua empresa pode trazer para ele, além de vantagens únicas que ele só terá com você.

Outra dica bacana é já responder possíveis dúvidas que o cliente possa ter. E uma das melhores formas de saber quais são é se colocar no lugar dele. Por exemplo: se você trabalha vendendo seguros, imagine questões importantes que uma pessoa pode se perguntar antes de adquirir um produto como esse.

Para quem trabalha como gerente de banco a tática é a mesma. Vale, inclusive, você inserir algumas informações sobre o banco em que trabalha, opiniões de alguns clientes e até mesmo situações que antes eram ruins e agora estão bem melhores, graças a boas iniciativas feitas pela empresa.

O importante é que você passe a mensagem que deseja, tendo o máximo de informações e especificações possíveis. Assim, o cliente já poderá tomar a decisão de continuar o contato com você ou de voltar o e-mail com perguntas de acordo com suas necessidades.

Mostre que você é especialista

Sim! Se você está entrando em contato com o cliente deve reforçar que é porque é o melhor especialista na área, e que ele precisa contratar os seus serviços.

Portanto, nada melhor do que apresentar alguns cases com os melhores resultados que você já teve. Mas não deixe de lado também alguns exemplos que foram verdadeiros desafios no seu trabalho.

Vale deixar essas informações ainda mais completas e com impacto positivo usando números, por exemplo, mostrando em quantos % clientes antigos cresceram com a ajuda do trabalho e dedicação que você desempenhou durante o serviço prestado.

E sabe os motivos? Quando o cliente souber mais sobre como você ajudou clientes semelhantes, ele se sentirá mais seguro em contratar você. Sem contar que ele cria naturalmente um vínculo mais próximo e de confiança com o seu trabalho. Resultado: você aumenta, e muito, as possibilidades de ganhar de vez aquele cliente!

Convide o cliente para conhecer mais sobre o seu trabalho

Agora que você passou por todas as etapas de contato com o cliente através do e-mail de prospecção, chegou o momento de se despedir do comprador e tentar incentivá-lo para responder a sua mensagem. E sabe como você pode fazer isso com êxito? Usando mais uma vez a tática de chamá-lo pelo nome e, principalmente, perguntando o que ele achou do e-mail.

Vá além e convide o cliente a conhecer de perto você, caso ele ainda não tenha feito isso, ou de ver na prática como funcionam os serviços que você está oferecendo.

Se for possível, ofereça uma promoção para que ele fique ainda mais animado em falar com você. É nessa hora que você precisa reforçar o contato e fazer com que a pessoa se lembre do seu trabalho.

Seguindo essas dicas você verá que criar um e-mail de prospecção será mais fácil, tranquilo e com um grande potencial de ganhar o cliente. Muito mais que isso, dará a você credibilidade e simpatia suficientes para se tornar um verdadeiro parceiro do cliente.

Gostou deste post? Então assine a nossa newsletter e receba sempre novidades em primeira mão!


Equipe FG Desenvolvimento


Equipe FG
Equipe FG

Equipe FG Desenvolvimento