Para qualquer objetivo que tenhamos na vida, um dos componentes fundamentais é a decisão. Pode ser a decisão de mudar um comportamento, instalar um hábito, abandonar um vício ou atingir uma meta.

O nosso problema não é tomar decisões, mas sim, mantê-las, praticá-las.  É aquela velha história de persistência, disciplina e comprometimento.

Decisão vem do latim e quer dizer cortar. Quando decidimos, abandonamos outras opções. Escolhemos que não olharemos mais para outras alternativas.

A chave é escolher.

Aliás, essa é uma excelente estratégia para reduzirmos o peso de decisões. Para muitos de nós, decidir é uma coisa pesada. Ao mentalizarmos “escolha”, em vez de decisão, a coisa muda. Experimente.

Então, a solução é ficarmos focados no que decidimos, e não no que abandonamos.

Por exemplo: você decidiu mudar de carreira e decide não olhar para trás mas pensa “ah, como seria bom se eu continuasses lá” … Esse é um exemplo de decisão ainda não consistente.

Outro exemplo: você decide terminar um relacionamento e fica pensando “ah, como seria se eu tivesse continuado com o relacionamento”.  Outro exemplo de decisão ainda não consciente.

Este é um dos principais problemas numa decisão inconsistente: dualidade.

Dualidade significa que não estamos inteiros.

E quando não estamos inteiros, perdemos energia, foco e disciplina para fazermos o que precisamos fazer.

Já aconteceu isso com você?

Pense numa situação da sua vida que você ficava olhando para o outro lado e se lamentado ….

Se lamentar é negatividade, um estado emocional enfraquecedor. Estados emocionais negativos só nos detonam quando se trata de buscarmos nossas metas.

Esta perda de energia vem da dualidade, e a dualidade vem da falta de firmeza na tomada de decisão.

Quando a gente decide, a gente corta.

A gente deixa as coisa para trás.

A gente mantém um único foco.

A gente se compromete!

Segundo Anthony Robbins, as decisões é que formam nosso futuro. Nas palavras dele, “é nos momentos de decisão que nosso destino é traçado”.

Portanto, uma das competência que precisamos desenvolver é a firmeza da tomada de decisão.

E são milhares de decisões que tomamos ao longo doa dia.

Como de forma nutritiva ou só esse doce? Vou malhar ou ficou um pouco mais na cama? Ligo para aquele cliente ou deixo para amanhã? Inicio agora aquele projeto que venho pensando há tanto tempo ou faço isso depois?

Assine a Nossa Lista VIP Para Receber Conteúdo Exclusivo e Receba o Ebook “Metas: Como Transformar Sonhos em Realidade”

privacy Respeitamos a sua privacidade e não toleramos SPAM! Seus dados estarão em total segurança!

Decisão ….

Fundamental para nossa qualidade de vida e para aquilo que queremos construir.

Como está a sua firmeza de decisão?

Eu ainda preciso treinar muito essa competência.

E você?

Pense nisso.

Deixe seus comentários mais abaixo.

Participe!


Fred Graef
Fred Graef

Palestrante, Coach e Consultor. Especialista em Vendas, Liderança e Alta Performance.