Metas, Valores e Crenças

A consciência de nossos valores e de nossas crenças são fundamentais para o atingimento de nossas metas ou para termos uma vida de qualidade. Recebo várias perguntas de clientes e leitores sobre estes conceitos. Este post tem o objetivo de trazer mais clareza sobre este assunto:

Metas, Valores e Crenças

Vamos pensar que nossas metas sejam destinos. Os valores são os porquês queremos chegar aos lugares que definimos como metas. As crenças são as leis de trânsito ou as nossas idéias de problemas ou dificuldades para chegar onde queremos chegar. A questão é que geralmente não conhecemos quais são as nossas crenças.

Os valores são os sentimentos que governam as nossas decisões (no caso, o desejo pelas metas). Saber quais são os nossos valores é importante para que façamos uma auditoria de por que desejamos o que desejamos. Na minha experiência com clientes, os sentimentos que mais mobilizam as pessoas são: sucesso, poder, reconhecimento, segurança, liberdade, independência e contribuição.

Isso significa que não queremos as coisas (metas). Queremos os sentimentos por trás das coisas. Por exemplo, digamos que você queira R$ 1 milhão no banco. Pois bem, eu garanto a você que o que te movimenta não é o R$ 1 milhão no banco, e sim o que o sentimento de ter este objetivo significa. Pode ser segurança, liberdade poder etc.

 

Pois bem, você precisa ter metas que estejam alinhadas com seus valores. Caso isso não ocorra, você pode ter alguns problemas geralmente apresentados por muitas pessoas quando se trata de atingir metas: falta de persistência, falta de foco, falta de motivação ETC.

Por que? Porque o teu sistema (mente inconsciente) só vai te ajudar a atingir coisas que sejam importantes para você, que atendam os teus valores. O problema é que às vezes as pessoas criam metas que não estão alinhadas com seus valores. São metas dos pais, da família, da sociedade etc, mas não suas. Aí surgem as dificuldades …

Em suma, quanto mais consciente você estiver de seus valores, mais seus sistema (sua mente inconsciente) vai te ajudar, e portanto, mais fácil é para ficar motivado, perseverar, persistir etc.

Bem, além dessa auditoria, você precisa ter leis mentais (crenças) que te apóiem ou te dêem força para você chegar onde quer chegar.

Digamos que você queira conhecer Jerusalém. Tem uma parte de você que deseja muito viajar para Jerusalém. Contudo, existem partes dentro de você (inconscientes) que pensam que viajar é perigoso, que dá trabalho, que você não merece um privilégio deste tipo, ou que pode ser muito perigoso na Terra Santa por conta dos conflitos religiosos e por aí vai.

Qual o efeito que estes pensamentos causam sobre você? É como se fossem vários freios a te segurar ou te impedir de chegar onde quer chegar. Percebe? São dilemas mentais, são percepções de mundo que podem ser bem limitantes. Quem disse que você não merece conhecer a Terra Santa? Quem disse que pode ser perigoso? Alguém pode pensar diferente? Claro que sim! Esta é apenas uma evidência de que se tratam de crenças.

Pois bem, são as nossas crenças os maiores limitadores para atingirmos o que desejamos. Eu tive um mentor que dizia que tudo o que desejamos ser, fazer ou ter na vida, e ainda não somos, não fazemos ou não temos, é por causa de nossas crenças.

Crenças são os pensamentos (geralmente inconscientes), embebidos em sentimentos, que temos sobre a realidade. E estes pensamentos podem ser limitantes ou empoderadores.

E qual o caminho para termos crenças alinhadas? Fazer uma auditoria do que temos em nossa consciência. Precisamos identificar nossa crenças limitantes, eliminá-las e instalar crenças que nos tragam poder e força.

Para conhecer mais sobre valores e crenças e sobre como estes conceitos são úteis para que você atinja as suas metas e tenha uma vida de qualidade, conheça FG Academy


Fred Graef
Fred Graef

Palestrante, Coach e Consultor. Especialista em Vendas, Liderança e Alta Performance.